Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

riscos_e_rabiscos

.

.

Das pessoas velhacas.

Há pessoas que conhecemos toda uma vida e a impressão que temos delas é que são pessoas pacíficas, calmas e de boa índole.

 

Acreditamos que o que a sua aparência nos transmite, corresponde à verdade, à realidade. Até que um dia descobrimos que aquilo que nos fizeram crer, não passa de um mero engano de vários anos.

 

Basta um pequeno gesto que afecta a vida dessas pessoas e de outras que lhe são próximas ou o som do tilintar de moedas, para desencadear o clique revelador. É nesta altura que o monstro que reside por baixo daquela aparência de "boa pessoa", lhe rasga a pele e se revela ao mundo. E que clama ser o dono do mundo, pelas leis e direitos que ditam a sua cabeça delirante.

 

É nesta altura que nos apercebemos de quão grande o monstro é, de quão cegas nós estávamos por não o conseguirmos enxergar debaixo da pele daquela "boa pessoa". Como é possível que uma pessoa seja tão ambiciosa e velhaca, a ponto de querer um mundo que não é só seu?

 

A única solução para apaziguar a sofreguidão deste monstro é quebrar o elo de ligação que o une aos outros . Espero que este elo seja quebrado muito em breve e que a vida trate de o ensinar que as coisas não são como ele quer e que os outros também têm algo a dizer.